SEJA BEM VINDO




Pesquisar este blog

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Zico elogia Zinho e afirma: ‘Tomara que ele possa trabalhar em paz’


Zico, que teve problemas quando foi dirigente do Fla em 2010, afirma que companheiro é um grande profissional, equilibrado e coerente


Zinho - Flamengo (Foto: Janir Junior / Globoesporte.com)
Mesmo à distância, Zico, técnico da seleção do Iraque, leu a entrevista de Zinho concedida ao GLOBOESPORTE.COM. O Galinho, que costuma mandar mensagens de apoio para o companeiro através do celular, elogiou as declarações do atual diretor de futebol do Flamengo. E torce para que Zinho possa trabalhar em paz para conseguir seus objetivos.
- Na entrevista, Zinho mostra o que é, um grande profissional, equilibrado,coerente nas palavras com os mesmos atos desde quando era jogador.Tive a felicidade de vê-lo nascer para o futebol no Flamengo, se consagrar no Brasil e, nesses anos, me tornar amigo dele e também da família, principalmente do seu pai, Crizan. Tomara que ele possa trabalhar em paz e realizar o que pretende – afirmou Zico.
O Galinho teve problemas no cargo de diretor em 2010. De um contrato previsto para dois anos e meio, Zico ficou apenas quatro meses no comando do futebol e deixou o clube sendo atacado pelo vice-presidente do Conselho Fiscal, Leonardo Ribeiro, e também com extremo desgaste com o vice de finanças, Michel Levy.
- Morreu no meu coração esse Flamengo de hoje que está representado por essas pessoas. Algumas delas que sequer conheço e atuam dentro do clube como se fossem os donos – escreveu Zico em seu site oficial, na ocasião da saída.
Desde a conturbada saída, Zico não tem bom relacionamento com a gestão atual. Ainda assim, Zinho pensa em uma aproximação com o Galinho e outros ídolos do passado:
- Quanto mais perto você tiver os grandes ídolos do Flamengo, é excelente, faz bem para a imagem do clube, bem para o torcedor. Qual torcedor não quer ver Andrade, Adílio, Zico, Rondinelli, Mozer, Leandro, Julio Cesar perto? Podemos enumerar vários que fizeram história no clube. Sou a favor. Mas não dá para dizer que vai aproximar todos com funções ou remunerações. O Junior é meu irmão, me ligou, se colocou à disposição, ele já exerceu esse cargo. O Zico sempre manda mensagens de apoio. Todos são rubro-negros. Mas, às vezes, estão feridos pela atitude de um, de outro. O ídolo também erra, nós também erramos. Sou ser humano, eu já cometi erro nesse mês de gestão, posso ter dito algo que magoou alguém. Em relação ao ídolo, da minha parte, todos estão convidados. Tem tanta gente dentro do CT que nem sei quem é. E os ídolos não estão lá? Devem aparecer para os jogadores verem os caras que fizeram história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário