SEJA BEM VINDO




Pesquisar este blog

segunda-feira, 30 de julho de 2012

"Bielorrusso" revela problema de saúde e sonha com retorno ao Brasil

Renan possui um problema no cérebro e precisa evitar o cabeceio. Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

 Renan possui um problema no cérebro e precisa evitar o cabeceio
Foto: Ricardo Matsukawa/Terra
Nascido na pequena cidade de Tubarão, em Santa Catarina, o jogador de futebol Renan Bressan, 23 anos, ganhou reconhecimento no Brasil somente no último domingo. Alvo da imprensa brasileira depois de balançar as redes de Neto, o jogador revelou que teoricamente não poderia cabecear a bola contra o gol do time de Mano Menezes. O catarinense possui um coágulo no cérebro e evita ao máximo jogadas aéreas. No jogo pela Olimpíada de Londres, contudo, tal problema acabou esquecido.
"Quando eu tinha 15 anos, um acidente enquanto eu jogava causou um coágulo no meu cérebro. Fiquei meses no hospital e não sabia se poderia treinar ou jogar novamente. Preciso descansar durante muito tempo, me poupar, por isso evito ao máximo cabecear a bola. Mas hoje eu tive a chance e não pensei duas vezes", contou o jogador, em entrevista ao site da Fifa.
O atleta do Bate Borisov anotou o único gol de sua seleção na derrota por 3 a 1 para a equipe brasileira, dos badalados Neymar, Alexandre Pato e Oscar. A boa atuação diante do time de Mano Menezes animou o meia-atacante, que sonha com uma chance no País natal.
"Meu sonho é jogar por um clube grande no Brasil. Espero que o aconteceu hoje possa me direcionar para alcançar este objetivo. Estou feliz na Bielorrúsia, mas gostaria de atuar em outro país europeu ou, quem sabe, voltar um dia para casa", afirmou o camisa 10 do time bielorrusso.
Depois de se profissionalizar no Atlético Tubarão, Renan buscou o sucesso no futebol por um caminho pouco comum para os jogadores brasileiros. Frustrado por não conseguir uma chance no Corinthians - clube no qual permaneceu apenas três dias -, o catarinense, a convite de um empresário, se aventurou no futebol bielorrusso, e conseguiu chamar a atenção.
Um dos principais nomes do Bate Borisov, uma das grandes equipes do país e presente recentemente em algumas edições da Liga dos Campeões da Europa, Renan mostrou confiança no futuro bielorrusso na Olimpíada - a equipe ocupa a segunda colocação na chave, com três pontos, dois a mais que Egito e Nova Zelândia. O Brasil, já classificado, lidera com seis.
"Estou convencido que podemos vencer o Egito no nosso próximo jogo. Eles possuem realmente um bom time, mas hoje mostramos que estamos capacitados para vencer", disse o meia brasileiro naturalizado. Com uma vitória, os europeus avançam às quartas de final, sem depender do resultado do duelo entre Brasil e Nova Zelândia. Os jogos que definirão as vagas do Grupo C serão realizados na próxima quarta-feira.
Olimpíada ao vivo no Terra
Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos, vídeos, , fotos participação do internauta e repercussão no Facebook. Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Terra


Nenhum comentário:

Postar um comentário