SEJA BEM VINDO




Pesquisar este blog

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Oscar é liberado pela CBF e faz exames médicos no Chelsea


Apoiador brasileiro seguiu direto do aeroporto para a sede do clube inglês, em Londres, e anúncio oficial deve acontecer nesta quarta-feira


oscar brasil musculação (Foto: Rafael Ribeiro / CBF.com)

Oscar mal chegou a Londres e seguiu direto para a sede do Chelsea. Ainda no aeroporto de Heathrow, o jogador foi liberado pela seleção brasileira para ser examinado no clube inglês e finalizar os últimos detalhes da negociação. O anúncio oficial deve acontecer nesta quarta-feira. A imprensa britânica noticiou nesta terça que o Chelsea pagou £ 25 milhões (R$ 79,2 milhões) pelo brasileiro.

O meia retornou à concentração logo em seguida acompanhado de representantes do Chelsea. O GLOBOESPORTE.COM apurou que o meia levou os exames realizados durante a preparação da seleção brasileira no Rio de Janeiro e que foi examinado pelos médicos do Chelsea. O tempo de contrato do atleta ainda não foi divulgado pelos Blues.
A previsão é que o jogador se apresente ao novo clube após as Olimpíadas. Ele vai se juntar a outros três brasileiros: o zagueiro David Luiz, o volante Ramires e o atacante Lucas Piazon.
Oscar era pretendido pelo Chelsea, que nesta terça-feira acertou os valores da compra com o Internacional, e pelo Tottenham, que tem em seu elenco o brasileiro Sandro. Porém, a proposta dos Blues foi mais vantajosa e convenceu o Colorado a liberar o atleta, que recentemente teve os direitos adquiridos ao São Paulo por conta de um imbróglio na Justiça.
Nesta quarta-feira, Oscar realizará a primeira atividade com a seleção brasileira em solo inglês. O time canarinho vai treinar no centro de treinamento do Arsenal, que fica próximo à concentração da equipe de Mano Menezes. A estreia nas Olimpíadas será no dia 26, contra o Egito, em Cardiff, no País de Gales.
Em menos de dois meses, valorização de mais de 400%
Após um imbróglio judicial com o São Paulo, o Inter acertou no fim de maio deste ano a compra de Oscar ao pagar uma multa rescisória de R$ 15 milhões - cifra que corresponde a R$ 9,5 mihões do valor original, mais juros e uma indenização pedida pelo Tricolor Paulista por perdas e danos pelo período de litígio.
O jogador havia entrado na Justiça no dia 18 de dezembro de 2009 pedindo liberação do clube do Morumbi. À época com 18 anos, Oscar alegou que havia sido coagido ainda menor de idade (16) pela diretoria tricolor a assinar um contrato de cinco anos. O Inter conta com 50% dos direitos econômicos do atleta.

Por Márcio IannaccaDireto de St. Albans, Inglaterra

Nenhum comentário:

Postar um comentário